• VetJr.

Produção de ovos orgânicos

Atualizado: Mai 25


Atualmente na avicultura, a produção de ovos orgânicos têm sido a atividade mais fácil de ser desenvolvida no meio rural pois não necessita de unidade de abate e processamento. Entretanto necessita de orientação técnica para o planejamento da produção, embalagem, rotulagem e comercialização. Para tal, existe um conjunto de recomendações técnicas que iniciam com o planejamento da atividade e a compreensão da atividade. Dessa maneira, ovos orgânicos devem ser produzidos em um sistema de manejo equilibrado, que respeite a sustentabilidade do solo e de todos os recursos naturais envolvidos. As galinhas devem se alimentar somente de ingredientes cultivados sem agrotóxicos, fertilizantes e transgênicos. Além disso, as aves devem ter espaço para se movimentar livremente. Para receber a certificação de produção orgânica, a galinha também não pode ser medicada com antibióticos ou remédios que estimulem o crescimento do animal.


A produção orgânica nas pequenas propriedades Rurais do Brasil é uma vocação natural decorrente do grande comércio informal existentes nas pequenas cidades e vilas rurais para produtos do tipo Hortifruti, produtos da avicultura e das pequenas agroindústrias locais, vindo assim uma alternativa para produzir carne e ovos saudáveis, saborosos e livres de resíduos químicos ou biológicos, respeitando o bem-estar animal e a sustentabilidade ambiental.


O tipo de criação das aves para a rotulagem “orgânico” requer uma série de recomendações, como espaço adequado para as aves, instalações e alimentação adequada, as quais algumas recomendações são encontradas no portal da Embrapa. As galinhas devem ser criadas livres mas em um espaço cercado, nunca em gaiolas e com espaço adequado para que possam exercer seu comportamento, pois pela legislação orgânica deve-se dar, por piquete, um metro de pasto para cada ave. No sistema extensivo de pastejo, sem rotação, a lei exige que sejam disponibilizados três metros quadrados de pasto por animal. Para instalações, cada aviário deve ter um galpão equipado com comedouros, bebedouros, poleiros e ninhos, que será onde as aves dormirão no período da noite. É necessário que se tenham também cortinas que permitam proteger os animais do frio ou do calor, e com espaços que possibilitem as aves sair aos piquetes.


No tipo de criação orgânica o ponto mais importante é a alimentação das aves, os alimentos utilizados no arraçoamento de preferência precisam ser produzidos na propriedade ou adquiridos de outras unidades orgânicas de produção, não podem ser transgênicos e não podem ter sofrido a utilização de agrotóxicos ou outros tipos de produtos químicos. Além disso, é imprescindível que as aves estejam muito bem nutridas, podendo-se utilizar diversos tipos de alimentos para suprir a nutrição das aves, pois para que o sistema seja considerado orgânico, as aves precisam ter um escore corporal adequado que indique nutrição adequada e um equilíbrio do animal no sistema de produção que o mantém.


Desta forma, a produção de alimentos saudáveis e sustentáveis dos aspectos ambientais, sociais e econômicos é um dos grandes desafios do momento. Ao mesmo tempo em que há uma enorme geração de conhecimento, a produção de alimentos do Brasil visa a maior produtividade possível e com alimentos mais saudáveis, que é onde a produção de alimentos orgânicos entra para suprir essa demanda dos consumidores. Buscando esse foco no bem-estar, saúde e produtividade, a VetJr. está pronta, através de consultorias, para apresentar soluções para os manejos e melhorias nos diversos sistemas de postura e áreas da avicultura que busquem sempre a excelência e a qualidade.


Escrito por: Humberto Pisani e Cláudio Nunes


Entre em contato conosco:

avicultura@vetjr.com

Celular VetJr.: 31 98292 7161

0 visualização

+55 (31) 9 8292-7161

contato@vetjr.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2020 Veterinária Consultoria Júnior UFMG. Todos os direitos reservados.