• VetJr.

LEITÕES: CUIDADOS BÁSICOS NA MATERNIDADE

Atualizado: há 15 horas



Na suinocultura, podemos destacar a fase de maternidade - período entre o nascimento e desmame dos leitões - como uma das etapas mais críticas durante a criação dos animais. Dentre as principais causas de mortes de leitões nos primeiros dias de vida estão o esmagamento, inanição e a diarreia. O manejo correto na fase de maternidade reduz essas perdas e assegura o crescimento saudável dos animais, determinando o seu rendimento durante todo desenvolvimento até o momento do abate.


Os cuidados devem ser iniciados no pré-parto e, antes do recebimento das porcas, a maternidade deve ser limpa e desinfetada seguindo as normas de manejo e vazio sanitário.

Assim que os sinais de parto passam a ser aparentes, as matrizes devem ser encaminhadas para as instalações recebendo todos os cuidados necessários. Nessa fase, é importante se ater para fatores como limpeza, temperatura e conforto do animal.


Ao nascer, os leitões possuem baixa capacidade de retenção de calor , portanto, eles necessitam de ser aquecidos. No entanto, as porcas em lactação são susceptíveis ao estresse térmico e requerem uma temperatura diferente dos filhotes. Por isso, é necessário fazer uso de escamoteadores para aquecimento dos leitões e oferecer para as matrizes uma estrutura que permita a dissipação de calor.


Todos os partos devem ser acompanhados por um tratador, responsável por auxiliar a fêmea quando necessário e garantir os primeiros cuidados à leitegada. Logo após o nascimento, os leitões devem ser limpos e secos e o umbigo deve ser cortado e desinfectado com iodo. Caso apresentem dificuldades para respirar, é importante iniciar o trabalho de estimulação da respiração. A primeira mamada dos animais deve ser orientada e é essencial para a composição do sistema imunológico através dos anticorpos recebidos no colostro materno.


Outros cuidados iniciais incluem o corte dos dentes e do rabo e a castração dos animais. O corte dos dentes, que são pontiagudos, tem como objetivo reduzir ferimentos causados na fêmea durante as mamadas e também evitar que os dentes machuquem as gengivas dos leitões. O corte da cauda é considerado uma medida preventiva contra o canibalismo. No entanto, essas práticas vêm sendo questionadas pelas normas de bem estar animal e já não são aplicadas em alguns sistemas de produção.


O cuidado na maternidade de suínos inclui uma série de protocolos de manejo ambiental e sanitários que tem como objetivos reduzir a perda de animais nos primeiros de vida e garantir que eles tenham um bom desenvolvimento. A VetJr. oferece aos produtores uma cartilha de serviços que inclui práticas de manejo sanitário, ambiental e nutricional visando melhorar a eficiência não só na maternidade de suínos, mas em todas as fases de produção.


Escrito por: Giovana Xavier e Larissa Moreira.


O núcleo de avicultura atua em conjunto com o núcleo de suinocultura, para entrar em contato:

avicultura@vetjr.com

Celular VetJr.: 31 98292 7161


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Escola de Veterinária - Av. Pres. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha, Belo Horizonte - MG, 30161-970

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn - Black Circle

 Segunda - Sexta: 9h - 17h

© 2021 Veterinária Consultoria Júnior UFMG. Todos os direitos reservados.